Livros
O CARMA DA TERRA NO BRASIL

Num país em que a Reforma Agrária é uma eterna promessa, as questões envolvendo o confronto entre os sem-terra e os grandes latifundiários estão sempre na ordem do dia, ocupando espaço na mídia e nas intermináveis sessões do senado e da câmara dos deputados, em discussões que se arrastam ao longo dos anos, quando os problemas e soluções envolvidos acabam se esgotando, sem solução alguma, retornando em pauta nos mandatos seguintes.
A questão agrária brasileira é amplamente discutida por Xico Graziano em "O carma da terra no Brasil", uma obra completa e humana que nos permite transpor as discussões teóricas e atravessar o abismo que nos separa desse drama secular que chega aos tempos modernos com as mesmas características do passado: 
a luta dos fracos contra os poderosos.
Político militante de esquerda, o autor, cuja vida e atuação profissional confundem-se com o tema central de seu livro, lutou a favor da democratização da terra e presenciou o nascimento do MST, movimento ao qual se engajou rapidamente e viu crescer, até se tornar um de seus maiores críticos. 
Só isso bastaria para determinar seu relato como de suma importância na atual conjuntura do País, mas Xico Graziano vai além, e transporta o drama e o sofrimento de uns contrastando com a canalhice de outros.
A abordagem de "O carma da terra no Brasil" é ampla e analisa desde as atividades lícitas e ilícitas dos próprios trabalhadores sem-terra, aos míopes com-terra; dos senhores do campo a alguns políticos mais preocupados.